Voltar

Um estudo realizado pela Receita Federal do Brasil revelou que o país já soma mais de 300 mil mini mercados. Estes pequenos estabelecimentos ou, como chamamos, lojas de vizinhança, são classificados desta maneira por possuírem de um a quatro caixas de atendimento.
Este setor é um dos que mais cresce atualmente no país e que possui um dos mais bem-sucedidos e promissores canais de vendas do varejo de autosserviço.
É preciso entender que o consumidor que recorre aos mini mercados busca comodidade, proximidade e praticidade para realizar as suas compras. Por isso, prezar por um bom atendimento e produtos selecionados nas prateleiras é fundamental.
Outra dica importante é fazer um levantamento com o perfil da vizinhança, entender qual é o público que o seu negócio poderá atingir, estabelecer um investimento e um faturamento e, principalmente, fazer uma previsão de gastos médios mensais, como holerites e despesas do local.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *