Voltar

O mês de dezembro é corrido para a maioria dos mercados no Brasil, por conta da demanda dos consumidores, que buscam seus produtos para as festas de fim de ano. Já no início de janeiro, quando as coisas se acalmam, é possível pensar em uma nova organização no negócio para otimizar o trabalho interno e também as vendas.

A organização das prateleiras é importantíssima para criar uma rotina para os funcionários que realizam a reposição dos produtos e para facilitar a vida do consumidor que pesquisa e gosta de ver todas as marcas expostas para decidir o que levar para casa.

Existe uma técnica chamada “verticalização”, que se trata da padronização da organização as prateleiras, mantendo cada tipo de produto em um local único. Além disso, o método prevê orientação das mercadorias em forma de leitura ocidental, ou seja, uma disposição em que os consumidores possam observar os itens da esquerda para a direita, e de cima para baixo, como se estivessem lendo um livro.

A verticalização ajuda os consumidores a encontrarem exatamente o que desejam nas prateleiras, além de possibilitar um novo campo de visão de outras opções de produtos. Ou seja: ele acaba comprando mais.

É relativamente desafiador manter apenas um local para cada produto, já que os itens dispostos nas prateleiras ficam em constante mudança, devido ao fluxo de compras. Para facilitar, o gerente pode pensar na logística de acordo com o tipo, cores, tamanhos ou a forma mais eficiente para o mercado e para o consumidor. O importante é buscar a padronização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *